O seu cachorro sofre de golpe de calor?

2

Golpe de Calor em Cães: Causas, Sintomas, Prevenção e Tratamento

O golpe de calor é uma condição extremamente perigosa para os cães, especialmente durante os meses quentes do verão. Essa emergência médica ocorre quando a temperatura corporal do animal sobe rapidamente, atingindo níveis perigosos e colocando em risco a sua saúde e até mesmo sua vida. Como cães não conseguem se refrescar tão eficientemente como os humanos, é essencial que os proprietários estejam cientes dos riscos e saibam como prevenir e lidar com o golpe de calor.

O golpe de calor ocorre quando a temperatura corporal do animal de estimação aumenta significativamente devido às influências ambientais, e os mecanismos do corpo responsáveis por normalizá-la são sobrecarregados, impedindo, assim, sua regulação. Esse excesso de temperatura afeta diretamente o funcionamento dos diferentes órgãos e sistemas, colocando a vida do animal em risco.

Neste artigo, vamos explorar as causas, sintomas, prevenção e tratamento do golpe de calor em cães.

Causas do Golpe de Calor

O golpe de calor acontece quando a temperatura ambiente está alta, e o cão é exposto a condições que dificultam a dissipação do calor. Algumas das causas comuns incluem:

  1. Exposição ao Calor Excessivo: Cães que são deixados ao sol em dias quentes ou confinados em áreas sem sombra estão em risco de desenvolver o golpe de calor.
  2. Exercício Intenso em Temperaturas Elevadas: Correr, brincar ou fazer exercícios físicos vigorosos em dias quentes pode elevar rapidamente a temperatura corporal do cão.
  3. Ambientes Abafados: Deixar o cão trancado em um carro ou em ambientes mal ventilados pode aumentar rapidamente a temperatura interna.
  4. Excesso de Pelagem: Cães com pelagem densa podem ter dificuldade em regular a temperatura, especialmente em climas quentes.
  5. Raças Suscetíveis: Algumas raças, como buldogues, pugs e cães braquicefálicos em geral, têm maior propensão ao golpe de calor devido às suas características físicas.

Sintomas do Golpe de Calor em Cães

Identificar os sintomas do golpe de calor é crucial para agir rapidamente e salvar a vida do cão. Alguns dos sintomas a serem observados incluem:

  1. Respiração Ofegante Excessiva: O cão pode ofegar de forma intensa e persistente, buscando alívio do calor.
  2. Salivação Excessiva: O animal pode babar mais que o normal, como uma tentativa de se refrescar.
  3. Frequência Cardíaca Elevada: O coração do cão pode bater mais rápido que o habitual.
  4. Gengivas e Língua de Cor Escura ou Brilhante: As gengivas podem ficar vermelhas, roxas ou até mesmo azuis.
  5. Fraqueza e Desorientação: O cão pode apresentar dificuldade em ficar em pé, cambalear e parecer desorientado.
  6. Vômito e Diarreia: Podem ocorrer como resultado do golpe de calor.

Prevenção do Golpe de Calor

A prevenção é a melhor abordagem para evitar o golpe de calor em cães. Algumas medidas preventivas incluem:

  1. Evitar Exposição Excessiva ao Sol: Não deixe o cão exposto ao sol por longos períodos, especialmente nos horários mais quentes do dia.
  2. Manter Água Fresca Disponível: Sempre ofereça ao cão acesso a água fresca para mantê-lo hidratado.
  3. Evitar Exercícios em Horários Quentes: Evite atividades físicas intensas em dias quentes, optando por passeios durante as primeiras horas da manhã ou à noite, quando a temperatura está mais amena.
  4. Oferecer Ambientes Frescos e Ventilados: Se o cão fica em um espaço fechado, certifique-se de que ele tenha uma área fresca e bem ventilada para descansar.
  5. Cuidado com Cães de Raças Suscetíveis: Cães braquicefálicos e de pelagem densa são mais suscetíveis ao golpe de calor, portanto, é necessário ter um cuidado especial com essas raças.

Tratamento do Golpe de Calor em Cães

Se você suspeitar que o seu cão está sofrendo um golpe de calor, é fundamental agir rapidamente:

  1. Mova o Cão para um Ambiente Fresco: Leve-o para um local mais fresco, à sombra ou em um ambiente com ar-condicionado.
  2. Ofereça Água Fresca: Certifique-se de que o cão tenha acesso a água fresca, mas não force a ingestão.
  3. Umedeça o Corpo: Umedeça o corpo do cão com água fresca (não gelada) para ajudar a reduzir a temperatura.
  4. Procure Atendimento Veterinário Imediato: O golpe de calor pode ser fatal, portanto, leve o cão ao veterinário o mais rápido possível para receber tratamento adequado.

Considerações finais

O golpe de calor em cães é uma condição perigosa e potencialmente fatal que pode ocorrer em dias quentes e com pouca ventilação. Os cães não conseguem se refrescar como os humanos, o que os torna mais suscetíveis ao aumento da temperatura corporal.

A prevenção é essencial para evitar essa emergência médica, e os proprietários devem estar atentos aos sinais de que o cão pode estar sofrendo um golpe de calor. Em caso de suspeita, agir rapidamente e buscar atendimento veterinário imediato pode salvar a vida do animal. Lembre-se de tomar medidas preventivas e proteger o seu fiel companheiro durante os dias quentes para garantir que ele possa desfrutar de um verão seguro e saudável.

Os cães são especialmente suscetíveis, pois, ao contrário dos humanos, não possuem glândulas sudoríparas distribuídas pelo corpo, contando com um mecanismo para dissipar o calor muito mais lento: eles podem regular a sua temperatura apenas através da respiração ofegante e do suor nas almofadas das patas. Por isso, é fundamental tomar medidas para evitar a exposição deles ao calor.

você pode gostar também